Queda de Cabelo (Alopécia)

Queda de cabelo no homem

 

Quem já se deparou (e se preocupou!) com a diminuição da quantidade dos seus cabelos ao longo dos anos ao olhar fotos antigas?

 

Quando o assunto é alopécia androgenética, conhecida como calvície, os homens são os mais afetados. Esse padrão de queda de cabelo é herdado geneticamente e costuma aparecer ainda na adolescência, a partir dos 17 anos. Após os 35 anos ela piora gradativamente e quanto antes for iniciado o tratamento melhor será a resposta.

 

Outras causas também devem ser afastadas: alterações hormonais, principalmente distúrbios da tireoide, uso de anabolizantes, deficiência de vitaminas na alimentação, stress, entre outras.

 

Procure sempre o dermatologista para fazer um exame detalhado e indicar o tratamento específico para o seu caso.

 

Queda de cabelo na mulher

 

Fios de cabelos espalhado pelo chão, no travesseiro, na roupa, no ralo do banheiro… Quem já passou por isso sabe como e angustiante se deparar com a queda de cabelo. Muitos fatores podem estar envolvidos nesta condição: fatores genéticos, alterações hormonais, estresse, doenças crônicas e até mesmo dietas restritivas podem interferir na saúde dos seus cabelos.

 

Distúrbios hormonais como alterações do funcionamento da tireoide, menopausa e o período pós parto podem estar relacionados com a queda de cabelo. Devem ser também afastadas outras causas, como anemia, deficiência de vitaminas na alimentação, dietas restritivas ou pós procedimentos cirúrgicos (cirurgia bariátrica, por exemplo), entre outras causas.

 

Pode haver também uma tendência genética, a alopecia androgenética, mais comum nos homens, mas que também pode se manifestar nas mulheres através de uma rarefação na quantidade de cabelos na região frontal e lateral da cabeça.

 

É necessário sempre procurar um dermatologista que fará uma investigação sobre as possíveis causas e indicar o tratamento específico e mais adequado.